Corinthians x São Paulo: briga por ingressos

A confusão começou quando o São Paulo resolveu colocar apenas 10% dos ingressos para a torcida do Corinthians, fato que revoltou os dirigentes alvinegros, que acabaram soltando o verbo contra a diretoria tricolor.

O problema é que os dirigentes não conseguem deixar a rivalidade dentro de campo. Não conseguem enxergar que fora dele os clubes devem ser parceiros. Só assim seria possível evoluir e fazer crescer os nossos campeonatos.

Infelizmente está enraizada uma cultura de “derrubar o adversário”. Os clubes fazem o possível para prejudicar seus rivais, sem se dar conta de que com isso prejudicam mesmo é o próprio futebol. Infelizmente falta consciência, educação e civilidade a muitos dirigentes.

Segundo a nota oficial do Corinthians:

A diretoria de marketing vem batalhando para que prevaleçam os princípios da lógica econômica na sua relação com os outros clubes. Mas estará sempre ao lado da Fiel, repudiando posturas elitistas de dirigentes arrogantes, típicas de times de pequenas torcidas, carentes, talvez, daquilo que abunda no Timão: o apoio irrestrito, a presença maciça da Fiel, em todos os momentos importantes de sua gloriosa história.

Esta lógica econômica é exatamente a separação da rivalidade dentro e fora de campo. Dentro cada um luta com todas as forças para vencer o adversário. Mas, fora de campo é preciso ter união, afinal, a partida precisa dos dois clubes para acontecer, e quanto mais nivelada for a disputa melhor para os torcedores e, consequentemente, para os próprios clubes.

Leiam o post: Clássico – uma lógica empresarial peculiar.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: