O Campeonato Pernambucano pode parar!

fpfA lei aprovada pelos deputados pernambucanos, que proibe a venda de bebidas alcoolicas dentro dos estádios, prevê uma multa de R$ 10 mil para os clubes e para a federação caso algum torcedor seja flagrado consumindo álcool.

Tanto a FPF, quanto os clubes, entendem que tal punição inviabilizaria a competição. O problema é que a FPF não tem como fiscalizar todos os estádios, nem tem poder de polícia para impedir o consumo, sendo assim, não poderia ser responsabilizada por tal.

Os clubes já têm uma responsabilidade maior, pois são os donos do estádio, mas têm medo que essa multa seja usada contra eles por adversários, principalmente políticos.

Em reunião extraordinária do Conselho Arbitral, o grupo decidiu pedir ao governador que vete o artigo referente à multa. Caso não sejam atendidos, ameaçam parar o campeonato estadual.

Concordo com a FPF, a federação não pode ser multada pelo consumo de bebidas dentro do estádio, pois, como já disse, não tem como fiscalizar isso. Os clubes, ao meu ver, só deveriam ser punidos se flagrados vendendo bebidas, mas não se um torcedor consegue entrar com uma garrafinha escondida. Quem deve ser punido é o torcedor que infrigiu a lei e não os organizadores da competição.

Anúncios

2 Respostas

  1. Gostei da atitudade da CBF, acho que quanto mais intermediário, pior. Como você falou, o importante agora é ver como vai se dar a divisão do bolo, pois a tendência é ter pelo menos ter um time “grande” na segundona.

    Agora, Fernando, uma pergunta pra ti. Tu concorda com essas pesquisas de torcida? Tipo, eu concordo que o Flamengo tenha a maior torcida do Brasil, mas não concordo é que ela seja tão grande assim. Será que esses times flamengo, vasco, corintians, sao paulo tem mesmo a torcida que essas pesquisas diz que tem? abs

  2. Gustavo, o problema dessas pesquisas é metodologia: a quantidade de entrevistados e os locais. Sim, o Flamengo tem mesmo a maior torcida. Temos que observar que em estados onde o campeonato estadual não é atrativo, as pessoas buscam os clubes de Rio e São Paulo. Isso vale também para as cidades do interior, que acompanham o futebol pela parabólica. Para mim, as “pesquisas” mais precisas não são pesquisas, mas a aposta na Timemania e o pay-perview. Não sei se já está valendo para 2009, mas os clubes receberão proporcionalmente à quantidade de torcedores que comprarem o pacote da TV. Claro, isso deixa de fora os torcedores de baixa renda. Mas, pense, no fim, essas pesquisas só servem para orientar o mercado e os investimentos, então só precisamos contar os torcedores/consumidores. Para saber quantos torcedores de verdade cada torcida tem, para mim o que conta é a média de público. Torcedor é o que vai para o estádio, pois é quem realmente contribui com o seu clube.
    Abraço.

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: