Camisa dourada: moderno X conservador.

camisa-douradaO Sport lançou a camisa dourada como uma forma de comemorar o ano do retorno à Copa Libertadores da América. O time usou o uniforme nos dois jogos que fez fora de casa e a Lotto já exigiu que o utilize novamente no Equador.

Perguntado a um torcedor do Sport qual era a camisa que ele preferia, a branca ou a dourada, a resposta foi a dourada. Essa receptividade está comprovada pelos números sensacionais apresentados, cerca de 25 mil camisas vendidas, um verdadeiro sucesso de marketing.

Mesmo assim, há quem critique, quem pense ser contra a tradição do clube. A esses eu digo só uma coisa: no futebol moderno, o conservador morre de fome. A camisa roxa do Corinthians foi criticada, a verde-limão do Palmeiras também, resultado: venderam mais que o uniforme titular.

O desafio do futebol hoje é descobrir novas fontes de receita. Nesse ponto, as camisas comemorativas são especialmente eficazes, pois levam um produto novo, diferente, aos consumidores, aumentando o interesse dos torcedores.

Sobre a exigência da fabricante no uso do uniforme, concordo plenamente com a empresa. Afinal, a visibilidade do seu produto é que vai determinar o volume de vendas. Vejam que no ano passado, por exemplo, a camisa nº 3, preta, sequer foi usada. Isso é ruim para o fabricante, que não expõe seu produto na mídia.

Não basta fabricar a camisa, é preciso usá-la. No contexto atual esses novos uniformes têm grande importância para o marketing e as receitas dos clubes. A nova era do futebol vem para vencer o conservadorismo e introduzir a modernidade.

Fica aqui o questionamento: cadê as camisas de Náutico e Santa Cruz? Recentemente o Náutico teve sucesso com a camisa toda vermelha, mas não tem apostado mais na diversidade. O Santa Cruz prometeu uma camisa azul, comemorativa, mas o projeto não saiu do papel.

Talvez seja hora de rever conceitos, o futebol tem necessitado, mais do que nunca, de modernidade e ousadia.

Anúncios

Uma resposta

  1. A camisa dourada é perfeita, eu já garanti a minha.

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: