Limpar a camisa para valorizar os patrocínios.

Os patrocinadores pagam caro para estampar suas marcas nas camisas dos times de futebol. Mas, a ganância por novas verbas leva a uma “poluição” dos uniformes. Algo que não é bom para a imagem dos clubes nem para a visualização dos patrocínios.

No seminário que deu início ao Curso de Pós-graduação em Administração Esportiva da UNICAP, o vice-presidente de marketing do Sport falou sobre o assunto. Segundo ele, foi travada uma batalha nos últimos anos para “limpar” a camisa rubro-negra, que estava repleta de pequenos patrocínios. O resultado é uma camisa mais bonita e um patrocinador principal mais valorizado.

No sentido contrário está o Corinthians. Quando o clube manteve a camisa sem patrocinadores para poder encontrar o parceiro principal, valorizou sua marca, motivo pelo qual a Batavo pagou R$ 18 milhões. Agora, muito por conta do pagamento do alto salário de Ronaldo, a camisa corintiana parece um macacão de Fórmula 1.

A questão é: como fica a Batavo nessa estória? A empresa pagou caro para ser o patrocinador principal, mas tem a sua marca “apagada” com a poluição visual causada pelos outros 4 patrocinadores. O clube colocou anuncios na parte inferior, nos ombros, nas mangas e até nas axilas. A renovação do contrato vai ficar dificil.

Fica a ideia. Valorizar a camisa não é vender todos os espaços disponíveis, é pensar na harmonia dos detalhes.

Anúncios

4 Respostas

  1. Também concordo. Essa “poluição” nos uniformes fica horrível.

  2. Eu abomino camisa com patrocinador… Demorei um bom tempo para poder comprar a camisa do Cruzeiro, meu clube de Coração. Todos os clubes poderiam vender suas camisas, obviamente com um valor diferenciado sem o patrocinador. Para mim, camisa sem patrocinador não envelhece.

  3. Washington,
    eu concordo, também gosto muito da camisa sem patrocinador. Mas, acredite, tem gente que faz questão do patrocinador. Ouvi que no Náutico tem gente reclamando porque as camisas estão sendo vendidas sem patrocinador, muita gente quer a camisa com a marca do patrocinador. Tem gosto para tudo, mas duvido que alguem goste da camisa estilo “páginas amarelas”.

  4. Realmente Tasso, também li isto no Blog do Roberto, e no Blog do Milton, no globoesporte.com. No caso do Náutico, o Hipercard até que não estraga a beleza da camisa, visto que a empresa tem as mesmas cores do Timbu, mas o Corinthias chega a ser ridículo… Anunciante até debaixo das axilas… Aff…

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: