Caso Everton – Goias x Atlético – quem será o campeão?

O caso é o seguinte:

Everton havia sido expulso, cumpriu a suspensão automática, mas não foi julgado pela Comissão Disciplinar do TJD-GO. Voltou a jogar, recebeu o terceiro cartão amarelo e foi suspenso novamente. Antes de cumprir esta nova suspensão, ele foi julgado na Justiça Desportiva e punido com 2 partidas. Então, deveria cumprir mais uma.

Everton ficou de fora do jogo seguinte. Para a diretoria do Goiás, ele havia cumprido de uma só vez, no segundo jogo da semifinal do campeonato estadual, as duas suspensões, pelo terceiro amarelo e pela pena do tribunal. Everton, então, jogou a final contra o Atlético-GO. O Goiás foi campeão.

A questão é: Ele deveria cumprir dois jogos, ou poderia matar dois coelhos com uma cajadada só?

O Atlético representou junto ao TJD. A Comissão Disciplinar manteve o resultado do campeonato, absolvendo o Goiás de ter escalado um jogador irregular. O Atlético recorreu e o Pleno do TJD-GO reformou a decisão, tirou os pontos do Goiás e declarou o Atlético campeão.

Agora o caso vai para o STJD, que dará a palavra final.

Quem está certo? O Atlético-GO. Everton deveria cumprir mesmo dois jogos de suspensão, primeiro pelo acúmulo de cartões amarelos, depois a pena imposta pela justiça desportiva.

Vejam o que diz o RDI nº 05/2004 da CBF, de 30/06/2004 que, em seus incisos II, III e XI, assim estabelece:

“II. Em todos os campeonatos e torneios realizados no território nacional, o jogador que for advertido, com a exibição do cartão amarelo, por três vezes, ficará impedido, automaticamente, de participar da partida subsequente.

III. Por partida subseqüente se entende a primeira que vier a ser realizada após àquela em que se deu a expulsão ou a terceira advertência, e o impedimento não se transfere para outra competição ou torneio.

XI. O jogador que for punido pela Justiça Desportiva e estiver pendente o cumprimento de um ou mais impedimentos, primeiramente os cumprirá, para em seguida cumprir a penalidade imposta pela Justiça Desportiva”.

Se for só isso, então não resta muita dúvida, o Atlético deve ser mesmo declarado campeão. Mas, fuçando o Acórdão da Comissão Disciplinar, vi que existe algo sobre uma suspensão preventiva que foi anulada. Pode ser que haja uma reviravolta no caso, vamos esperar o pronunciamento do STJD.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: