Salgueiro: “o melhor dos piores”.

O Salgueiro conquistou o título de “Campeão do Interior de Pernambuco” ao empatar em 0 a 0 com o Ypiranga, pois havia vencido a primeira partida por 1 a 0. O Salgueiro, único pernambucano na série C, agora volta as atenções para a competição nacional.

Primeiro, temos que questionar essa estória de “Campeão do interior”, pois, na verdade, o melhor time do interior do estado foi o Central, 4º colocado na primeira fase, que perdeu a semi-final para o Sport. O título de campeão do interior, na verdade, é apenas uma disputa extra entre os clubes que ficaram do 5º ao 8º lugar. Poderia se chamar, então, “o melhor dos piores”.

Na verdade, até um time da capital, se ficasse em alguma dessas colocações, poderia disputar o “título do interior” o que seria, no mínimo, estranho.

Mas, independente dessa bizarrice, é importante ressaltar o que há de bom nessa disputa. Com o programa Todos com a Nota, cada jogo a mais significa uma boa renda a mais também. Os clubes do interior, portanto, disputaram bastante para ficar acima do 8º lugar, pois assim garantiram uma boa receita. A competição extra também ajuda a motivar os clubes, manter os atletas jogando e os torcedores no estádio.

Portanto, parabéns à Federação Pernambucana de Futebol (que copiou a paulista) por realizar esse torneio. Embora não pareça correto chamar o Salgueiro, que ficou atrás do Central no campeonato, de “Campeão do Interior”, devemos atribuir a ele um título de campeão sim, por mérito.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: