Projetos do Santa Cruz para 2010: mais sócios e nada de série D.

Duas notícias sobre o Santa Cruz: A primeira é que o tricolor estaria se articulando junto com a Federação Pernambucana de Futebol para acabar com a série D. A segunda é o projeto do clube de ter 60 mil sócios em 2011.

A ideia de acabar com a série D, fazendo da série C a divisão de acesso, é mais ou menos como voltar no tempo. O presidente Carlos Alberto Oliveira foi quem sugeriu a mudança, mas, claro, Fernando Bezerra Coelho, presidente do Santa, abraçou a ideia.

“Essa é uma ideia que eu tenho. A Série D é um desastre e ainda foi feita de forma irregular. Não tivemos nenhum Conselho Arbitral para decidir quem queria ou não a criação desse torneio. Estou elaborando uma proposta, que será enviada para a apreciação de Virgílio Elízio (diretor técnico da Confederação Brasileira de Futebol)”, contou o presidente de FPF.

Engraçado é que, em dezembro de 2008, antes de iniciada a série D, eu mesmo apresentei a minuta de uma ação impugnando a Série D, e um dos fundamentos era exatamente a falta do Conselho Arbitral. A mesma, porém, nunca foi proposta. O clube preferiu agir nos bastidores, articulando politicamente, o que não deu resultado.

Agora, depois que já foi disputada a quarta divisão e quatro clubes conquistaram o acesso à série C dentro de campo, não vejo a possibilidade de se voltar atrás e unificar as últimas séries do campeonato brasileiro. Quem disputou e venceu dentro do campo não vai aceitar tal proposta, e duvido que a CBF também aceite.

Quanto ao rojeto de novos sócios, é louvável. Na verdade, a crítica que mais faço aqui no extracampo é exatamente a falta de campanhas de sócios nos clubes de Pernambuco. O Náutico lançou o sócio coroado, mas por enquanto ainda não teve o resultado almejado. O Sport perdeu a melhor chance, a Copa Libertadores, e agora, na série B, será ainda mais difícil conquistar novos sócios.

A meta tricolor, porém, é que parece alta. O projeto é ter 30 mil sócios no primeiro ano e 60 mil no segundo. Caso consiga, o Santa Cruz chegará ao segundo lugar no ranking dos clubes com mais sócios no Brasil. O primeiro é o Internacional, com 100 mil, o segundo o Grêmio com 50 mil. O projeto é ambicioso, mas se der resultado pode ser a chave para a evolução do Santa Cruz. Com 60 mil sócios o clube terá 93,68% da capacidade do estádio do Arruda com sócios.

Vamos aguardar para ver o desenrolar das duas ideias.

Fontes: Blog do Torcedor e Blog de Esportes

A lenda da campanha de sócios do Sport.

O Sport adiou o lançamento da campanha de sócio-torcedor. O clube já estava acertado com a empresa BWA, que conduziria o projeto, mas uma corrente política interna impediu a campanha por não concordar com a terceirização, querendo arcar com os custos do próprio “bolso”.

Juntando o momento político do clube com a péssima campanha na Série A do Brasileirão, a campanha de sócios, tão aguardada, foi por água abaixo. Segundo Carlos Frederico, vice-presidente de marketing do clube:

“Esse momento do clube, talvez, tenha feito com o que o presidente achasse melhor esperar para lançar o programa. Há uma corrente aqui que acha melhor levar o projeto apenas com os recursos que nós temos, mas aí fica difícil”.

Já fiz críticas à falta dessa campanha diversas vezes. O Sport está insistindo em perder o bonde. Deveriam ter lançado a campanha após o título da Copa do Brasil, não fizeram. Depois veio a Libertadores, com o torcedor extremamente empolgado, também nada fizeram. Agora, com o time mal das pernas, não é momento para uma campanha de sócios. Infelizmente, parece que o momento passou e o Sport não “se ligou”.

A ideia era aumentar o número de sócios dos atuais sete mil para quarenta mil. Não parece absurdo se lembrarmos que o clube tem a maior torcida do estado (sem entrar em polêmicas). Mas, o marketing também depende do desempenho em campo e o time simplesmente não tem ajudado.

Então, quando será o momento? Será que o Sport vai esperar cair de divisão para subir de novo e só então lançar essa campanha? Vamos esperar. Dizem que quem espera sempre alcança, mas quem espera também cansa.

Fonte: Máquina do Esporte.

Sábado, sócio entra de graça no Arruda.

Estadio do arrudaO Santa Cruz estreou com o pé direio na Série D, venceu o CSA em Alagoas por 3 a 0. No sábado, o tricolor recebe o Central no Arruda, promessa de casa cheia. Para contribuir, a direção coral tomou uma atitude louvável. Além dos 20 mil ingressos do programa “todos com a nota”, os torcedores terão ingressos a preço único de R$ 10,00 e SÓCIO EM DIA NÃO PAGA.

Excelente iniciativa, uma prova de que a nova gestão do clube tem os sócios como prioridade. Depois de criar o Santa Fidelidade, site onde os torcedores podem se associar e pagar as mensalidades pela internet, oferecem o que há de melhor para um torcedor: INGRESSO.

Essa campanha pretende conquistar novos sócios e, principalmente, fidelizá-los. Esse é o marketing necessário para um clube de futebol, o marketing de relacionamento.

Os outros clubes que se espelhem nas iniciativas do Santa Cruz. A quantidade de sócios em dia nos clubes de Recife é ainda muito baixa. O torcedor do Náutico entra de graça, mas paga caro por isso (R$70,00). O sócio do Sport paga cerca de R$ 45,00 na mensalidade, mas tem que comprar ingresso, que custa R$ 20,00 (meia entrada).

Esse é um assunto que precisa ser pensado, analisado, estudado, discutido e posto em prática nos clubes. Quem sabe um dia chegam perto do Internacional (92 mil sócios).

Fonte: Blog do Torcedor

Internacional atinge a marca de 90 mil sócios.

escudo do internacionalO Internacional premiou a sócia número 90 mil com uma camisa personalizada, mas, na verdade, o clube já chegou à marca de 92 mil sócios. O objetivo é chegar aos 100 mil ainda esse ano, que é o ano do centenário do clube. E pelo andar da carruagem, ninguém duvida que vão conseguir.

Para o Inter, os sócios são muito importantes e constituem a principal fonte de renda do clube. A ação dos colorados para chegar à marca histórica não é um simples marketing, é um investimento. Com isso, o clube poderá, em breve, ter uma saúde financeira única no país.

O aumento no número de sócios pode ser uma boa arma contra outro problema do nosso futebol, os cambistas. Com uma quantidade significativa de sócios, em breve o clube não venderá mais ingressos ao torcedor comum, o que já aconteceu na final da Copa Sulamericana. Com os ingressos sendo vendidos somente aos sócios não haverá espaço para cambistas.

Estamos sempre discutindo novas receitas para os clubes de futebol e sempre se fala em ações de marketing, licenciamento de produtos, etc. Mas, a melhor fonte de renda, sem dúvidas, é o sócio. Com uma receita expressiva desse segmento os clubes conseguem mais estabilidade e possibilidade de planejamento.

O Internacional é, definitivamente, um exemplo a ser seguido.

Santa Fidelidade.

Um gol de placa da diretoria coral. O Santa Cruz lançou o site: Santa Fidelidade. Através dele o torcedor pode se associar e ainda pode pagar a mensalidade, podendo, inclusive, usar o cartão de crédito para tal. A iniciativa deve servir de exemplo para outros clubes.

Durante muito tempo o torcedor pernambucano viu o descaso dos clubes com seus sócios. Sempre houve muita dificuldade para se associar e também para pagar a mensalidade, algo sem sentido. Os sócios são de extrema importância para as finanças do clube, e tem que se fazer o possível para facilitar a vida deles. A internet é um veículo essencial para atingir esse objetivo.

Agora, tricolor, faça a sua parte: associe-se.

Santa Cruz: recuperando os sócios.

O Santa Cruz está fazendo uma campanha de anistia para os sócios inadimplentes. É só pagar adiantado três mensalidades e o sócio volta a poder exercer seus direitos. Com isso, o tricolor já conseguiu revitalizar cerca de três mil sócios. Antes haviam 800 sócios em dia, hoje já passam dos 3.500.

Os sócios, que devido às más campanhas e rebaixamentos consecutivos do time, deixaram de pagar, hoje têm a chance de voltar ao clube. A esperança da torcida com a nova presidência fica mais do que clara com o sucesso dessa campanha. O tricolor sente que a hora da virada chegou.

Eu sempre disse aqui no extracampo.com que os sócios são o principal patrimônio do clube, e que devem ser feitas campanhas constantes para atrair novos sócios e, principalmente, manter os que já existem. Não basta ao Santa Cruz, portanto, recuperar estes sócios inadimplentes, é preciso mantê-los em dia, e ainda atrair novos sócios para o clube.

Para isso o clube deve lançar em breve novas campanhas. Uma das iniciativas já declaradas pelos corais é a possibilidade dos sócios pagarem a mensalidade em diversos locais, ou até pelo cartão de crédito ou débito em conta. Isso é essencial, afinal, é preciso facilitar ao máximo o pagamento, e não dificultar como tem sido a tônica dos clubes nos últimos anos. Pagar a mensalidade apenas na sede do clube é um absurdo que não acontece só no Santa Cruz.

Vamos esperar novas notícias e torcer para que o Santinha não só atinja a sua meta, mas ultrapasse o número de sócios pretendidos.

Sócios terão privilégios.

Notícia do Blog do Torcedor: o diretor de comunicação do Santa Cruz, Antônio Carlos Júnior, afirmou que os sócios do tricolor serão bem tratados. Alguns dos novos dirigentes corais foram até o Rio Grande do Sul e conheceram de perto a filosofia do Internacional sobre os sócios. E pelo visto a visita deve render bons frutos.

“Fiquei impressionado com o relacionamento do clube com o torcedor. O Inter-RS oferece muitas vantagens para o seu associado. Portanto, nós vamos trabalhar para tratar bem o nosso sócio”, afirmou.

A nova diretoria nem assumiu e já está dando mostras de que pretende ser mais profissional do que as gestões anteriores. Os sócios, bem como todos os torcedores, devem ser mais valorizados na nova gestão,  ao menos é o que prometem. Se não ficarem só nas palavras, o Santa Cruz tem tudo para fundamentar seu renascimento em uma base sólida, os sócios.

%d blogueiros gostam disto: